Decisão do STF Confirma Multa do TSE Contra Bolsonaro

Decisão do STF Confirma Multa do TSE Contra Bolsonaro
A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) referendou a decisão do ministro Flávio Dino que negou recurso de Jair Bolsonaro para anular uma multa de R$ 70 mil por suposto impulsionamento ilegal durante a campanha eleitoral de 2022.

Os advogados de Bolsonaro buscaram a anulação da decisão junto ao STF após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter mantido a multa.

A deliberação ocorreu durante sessão virtual concluída na madrugada de sexta-feira (19).

Os ministros Luiz Fux, Cármen Lúcia e Alexandre de Moraes votaram pela manutenção da multa, enquanto Cristiano Zanin não participou do julgamento devido a um impedimento por ter atuado como advogado da campanha de Lula nas eleições.

Em março deste ano, ao analisar o caso, o ministro Dino rejeitou o recurso, argumentando que a jurisprudência do STF impede a reavaliação das provas julgadas pelo TSE.

O ministro destacou que houve comprovação de impulsionamento de conteúdo negativo na internet sem identificação clara do responsável, violando as regras eleitorais.

A reação de Bolsonaro a essa decisão foi intensa, manifestando-se na avenida Paulista e em Copacabana.
Voltar para o blog

Deixe um comentário

1 de 4