Escândalo no INSS: Diretor Participa de Festa de Entidade Suspeita de Fraude

Escândalo no INSS: Diretor Participa de Festa de Entidade Suspeita de Fraude
Em mais um capítulo de desconfiança e irregularidades, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) se vê envolvido em uma situação comprometedora. André Fidelis, diretor de benefícios do órgão, esteve presente em uma festa promovida pela Confederação Brasileira dos Trabalhadores da Pesca e Aquicultura (CBPA), entidade investigada por suspeita de fraude no desconto em aposentadorias.

O histórico de corrupção do Partido dos Trabalhadores (PT) durante seus governos anteriores é bem conhecido, caracterizado pela distribuição generalizada de propinas. E, infelizmente, parece que a farra está retornando. A presença de Fidelis na festa da CBPA levanta sérias questões sobre sua conduta e suas conexões políticas.

De acordo com uma reportagem do site Metrópoles, uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) revelou que a CBPA, que fechou acordo de cooperação com o INSS em 2022, não possuía nenhum associado naquele ano, mas encerrou 2023 com 341 mil filiados, arrecadando impressionantes R$ 48 milhões no período.

Além disso, a entidade enfrenta mais de 4 mil ações judiciais e diversas condenações por descontos indevidos, realizados sem autorização dos aposentados, especialmente nos estados do Ceará, Espírito Santo e Paraíba. O presidente da confederação, Abraão Lincoln, está sob investigação da Polícia Federal no âmbito da Operação Enredados, que apura um suposto esquema de venda ilegal de permissões para pesca industrial.

A presença de Fidelis, como diretor de benefícios do INSS, ao lado de Lincoln na foto divulgada, levanta suspeitas adicionais, especialmente considerando os laços políticos entre o PT e o estado do Rio Grande do Norte, governado pelo partido. A situação é altamente suspeita e exige uma investigação rigorosa para garantir a transparência e a integridade do INSS.
Voltar para o blog

Deixe um comentário

1 de 4