Lula Critica Aliados de Bolsonaro por Uso do Nome de Deus em Vão

Lula Critica Aliados de Bolsonaro por Uso do Nome de Deus em Vão
Durante a inauguração de uma obra ligada à transposição do rio São Francisco, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez uma declaração contundente nesta quinta-feira (4), acusando indiretamente os aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) de utilizarem o nome de Deus em vão.

Embora não tenha mencionado nomes específicos em seu discurso em Arcoverde (PE), Lula apontou para o grupo político de Bolsonaro como responsável por essa prática. Ele criticou veementemente a disseminação de fake news e ódio, referindo-se a ela como uma "fábrica de mentiras" que parece um "bando de lixo" e "uma fossa que só fala mentira".

Lula destacou a importância da verdade e afirmou que Deus não pode ser utilizado em vão, como ele alega que acontece diariamente. Essa crítica é uma resposta ao apoio de líderes religiosos, principalmente evangélicos, a Bolsonaro.

O presidente, que se declara católico, também fez menção à palavra "milagre" várias vezes em seu discurso, questionando se os presentes acreditam em Deus e em milagres, especialmente em relação às ações de seu governo, como a transposição do rio São Francisco.
Voltar para o blog

Deixe um comentário

1 de 4