Crise na Audiência e na Popularidade: Os Desesperados Ataques da Globo e do Governo

Crise na Audiência e na Popularidade: Os Desesperados Ataques da Globo e do Governo
Na terça-feira (14), um embate de interesses se desenrolou em um cenário de crises: a Globo, enfrentando uma queda significativa na audiência, e o governo, lutando contra uma crescente desaprovação pública. Em meio a esses desafios, uma solução emergiu: restringir, silenciar e censurar as redes sociais e os críticos.

O Projeto de Lei (PL) proposto pela Globo, orquestrado nos bastidores e supostamente fruto de um acordo entre Lira e Lula, foi apresentado no Congresso de forma abrupta, deixando pouco tempo para os deputados de oposição analisarem seus potenciais riscos e mobilizarem a população.

Apesar da pressa e da falta de escrutínio adequado, a estratégia foi, em princípio, bem-sucedida. Contudo, o êxito não se deve apenas à astúcia dos articuladores. Reflete, sobretudo, a desconfiança crescente da população em relação à grande mídia, enquanto as redes sociais se tornam o palco principal para a expressão desse descontentamento.

Em poucas horas, a hashtag #PLdaGloboNão dominou as discussões, demonstrando a capacidade de mobilização das redes sociais e a influência que exercem sobre a opinião pública e os representantes políticos.

A reação intensa, com deputados inundados por mensagens, e-mails e ligações, evidencia o poder da pressão popular. Este episódio ressalta que o futuro do país está nas mãos daqueles que se dispõem a se manifestar e a fazer valer sua voz.
Voltar para o blog

Deixe um comentário

1 de 4