Lula e Boulos sob investigação: Vereador Rubinho Nunes contesta uso de verbas públicas em evento eleitoral

Lula e Boulos sob investigação: Vereador Rubinho Nunes contesta uso de verbas públicas em evento eleitoral
No Dia do Trabalho, 1º de Maio, o presidente Lula (PT) surpreendeu ao fazer um pedido direto de votos para o pré-candidato à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, durante um evento financiado pela Lei Rouanet. No dia seguinte à cerimônia, o vereador Rubinho Nunes (União-SP) não hesitou em tomar medidas legais, entrando com uma ação popular na Justiça, alegando possíveis irregularidades e desvio de finalidade na utilização de recursos públicos para um evento claramente político.

O evento em questão, intitulado Festival Cultura e Direitos, foi organizado pela produtora Veredas Gestão Cultural, que captou a quantia de R$ 250 mil através da lei de incentivo à cultura. Os fundos foram obtidos por meio de uma parceria com uma faculdade de medicina privada de Campinas (SP), a São Leopoldo Mandic, levantando questionamentos sobre a transparência e adequação do financiamento.

Rubinho Nunes argumenta que a ação do presidente Lula e do deputado Boulos durante o evento configura uma clara violação da legislação eleitoral, caracterizando campanha antecipada e explícita solicitação de votos. Em sua denúncia encaminhada ao Ministério Público Eleitoral, ele destaca o "flagrante desvio de finalidade", transformando um evento cultural em um palco político, financiado com recursos públicos.
Voltar para o blog

Deixe um comentário

1 de 4