Prisões do RS: Mais de 1 Mil Presos Transferidos após Inundações

Prisões do RS: Mais de 1 Mil Presos Transferidos após Inundações
Com as persistentes enchentes assolando o Rio Grande do Sul, mais de mil detentos enfrentam uma nova realidade após serem transferidos de unidades prisionais afetadas pelas águas.

Segundo a Secretaria de Sistemas Penal e Socioeducativo e a Polícia Penal, no último dia 3, precisamente 1.057 presos da Penitenciária Estadual do Jacuí foram deslocados para a Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas. Enquanto isso, os demais detentos da unidade Jacuí permaneceram nas áreas superiores do local.

O superintendente dos Serviços Penitenciários do estado, Mateus Schwartz, esclareceu que das sete unidades prisionais situadas em Charqueadas, três foram inundadas devido à elevação do rio Jacuí. O complexo abriga um total de 6 mil presos.

Schwartz assegurou que nenhum detento do regime fechado foi liberado em decorrência das enchentes, e que não foram relatadas ocorrências nas penitenciárias durante o episódio.

Além das transferências, a Justiça autorizou que presos do semiaberto do Instituto Penal de Charqueadas permaneçam em prisão domiciliar, utilizando tornozeleiras eletrônicas, por um período de 20 dias. A própria unidade penal foi afetada pelas inundações.

Dentro de cinco dias, os detentos estão convocados para comparecer à instalação do equipamento. A ausência será interpretada como fuga, conforme destacou Schwartz.

Prevê-se que os presos retornem à penitenciária em 23 de maio, após o período estabelecido de prisão domiciliar. Esta medida visa garantir a segurança e a ordem no sistema prisional em meio às adversidades causadas pelas enchentes.
Voltar para o blog

Deixe um comentário

1 de 4